16 de janeiro de 2016

[Resenha] Eclipse da Lua Azul, Débora Knittel e Érica Falcão.


O livro é das autoras parceiras aqui do blog Débora e Érica

Título: "Eclipse da Lua Azul" 
Coleção: Trilogia do Eclipse da Lua Azul
Autor: Débora Knittel e Érica Falcão
Editora: Solisluna
Páginas: 220
Gênero: Ficção Fantástica/Urbana
Lançamento: 2014
Edição: 
ISBN:  978-858-90-5958-9




NOTA: 3/5




Sinopse:
"Três Mundos...Duas Amigas... Uma Jornada.

Após a morte de sua esposa, o arqueólogo John Crane, especialista em história das antigas civilizações, decide mudar-se com sua filha Holly para o Rio de Janeiro, perto dos amigos Dr. Ramos, Dra. Rita e sua filha Maiara. Holy, embora acolhida pela família de Maiara, vive um sentimento de tristeza e saudade de seu pai, sempre em expedições pelo mundo.
Antes de completar dezoito anos, Holly recebe um artefato e tentará desvendar os mistérios sobre o desaparecimento de seu pai, as visões de Maiara e o crescente desequilíbrio da natureza.
Nesta aventura, as amigas Holly e Maiara conhecem Celino e Kami, seres de outros mundos, iniciando uma jornada na qual os sentimentos e os dons serão despertados e os valores fundamentais da humanidade, colocados à prova.
O final desta jornada é imprevisível. Escolhas determinarão o destino do planeta, para que não fique sob o domínio dos seres das trevas. A Terra poderá ter mais uma chance?"
Enredo:

Tudo começa quando os guardiões dos quatro elementos são aprisionados por seres das trevas e tudo que sobra deles são quatro armas e um talismã que se parte em dois quando os guardiões são presos e cada objeto cai em um canto distinto da Terra. Ligada à este evento surge uma profecia, onde 4 escolhidos, sendo eles um anjo, um elfo e duas humanas, terão que libertá-los antes do Eclipse da Lua Azul e antes das trevas dominarem o mundo. 

John é um arqueólogo que perdeu a esposa para uma doença muito cedo, deixando-o sozinho com a filha Holly. Além disso tudo, anos antes, depois de sofrer um acidente durante uma expedição na Amazônia, ele recebe a metade de um artefato da jovem índia que o ajudou, como símbolo de proteção e ficando com a promessa de que acharia a outra metade.  


Sempre em busca de cumprir a promessa, John acaba se tornando ausente na vida da filha, que agora vive com os tios José e Rita e sua filha Maiara, no Rio de Janeiro. Dez anos se passam e John finalmente crê que vai encontrar o amuleto na África, adiando sua viagem com Holly, o que a deixa muito chateada. Ignorantes ao fato de que o Eclipse da Lua Azul está chegando e com ele a antiga profecia a ser cumprida, o mundo Angelical e o mundo Elemental (dos elfos) se veem obrigados a intervir, pois os seres das trevas estão cada vez mais perto da vitória. 

Celino, o anjo escolhido da profecia, vai atrás de John, e quando pergunta pelo artefato ele diz que deu a Holly como proteção. Sendo assim, Celino chama Kami, o escolhido do mundo dos elfos, para proteger Holly e Maiara. E assim Celino e John partem em busca da outra metade do artefato. 

Depois de serem quase mortas por seres das trevas, Holly e Maiara têm suas vidas mudadas para sempre quando descobrem fazer parte e fechar o grupo dos escolhidos da profecia. A missão deles é resgatar os guardiões antes do Eclipse da Lua Azul. O que eles não contavam é que constantemente seriam postos à prova por Lavínia, irmã de Celino, um anjo que se virou contra a luz, e Fascínio, um elfo mago que matou os pais da princesa dos elfos, Atiara, e diz que de acordo com o pacto deve ser o próximo rei, ambos a mando de Bérberus, um ser maligno do inferno que quer acabar com a raça humana e todo o amor que existe.

Com muita dificuldade eles passam por todos os obstáculos impostos pelos dois malignos seres, mas as surpresas não param e eles não sabem se serão capazes de salvar os três mundos ou salvar a si mesmos. 

OPINIÃO DA LEITORA: 

A ideia do livro é excelente e apesar de começar no Brasil, as escritoras exploraram os quatro cantos do mundo. O tempo cronológico do livro foi bem pensado, os personagens são bem distintos e a trama fechada, o que me deixou pensativa quanto a qual será a trama do próximo livro. 

Em minha opinião as cenas do livro foram muito rápidas, o que tirou o impacto e a emoção das cenas de ação e de sentimento. Senti falta de uma descrição melhor das paisagens, dos personagens e cenas de luta. 

Confesso que me incomodou o uso de palavras em inglês no meio de uma frase em português, pareceu um pouco forçado, mas aparecem pouco no livro. A reação das protagonistas quanto ao que acontecia ao seu redor foi muito pacífica, principalmente a de Maiara, Holly ainda se exaltou um pouco, o que é o esperado. 

Como eles aparentemente resolveram o 'problema' da profecia no primeiro livro, estou curiosa quanto ao segundo e o que será dos quatro escolhidos.


Agradeço as autoras pela parceria, parabenizo pela obra e desejo muito sucesso nas próximas! 

Espero que tenham gostado da resenha, beijos e até a próxima! 
Nos acompanhem nas nossas redes sociais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo