29 de março de 2016

[Mini-Resenha] Auggie & Eu - R.J. Palácio


título

Auggie & Eu

autor

R.J. Palácio

coleção

----------

Editora

Intrínseca

ano

2015

páginas

326

gênero

Young Adult





Sinopse: 



"Auggie & eu é uma extensão do romance Extraordinário, que já encantou milhares de leitores. Neste novo livro, Julian, Christopher e Charlotte, personagens da vida de Auggie, narram seus encontros e desencontros com o amigo extraordinário em três contos diferentes.

O capítulo do Julian dá voz a um personagem controverso: o menino que liderava o bullying contra Auggie na escola. Enfim temos a oportunidade de entender o que o levou a agir dessa forma e o que Julian pensa das próprias ações.

Em Plutão, o narrador é Christopher, o primeiro amigo de Auggie. Os dois meninos compartilham lembranças da infância e, apesar de terem se distanciado, aprendem que boas amizades sempre valem um esforcinho a mais.

Shingaling mostra Auggie pelos olhos de Charlotte, a única menina entre as três crianças escolhidas para apresentar a Auggie a escola. Com ela entramos no universo das garotas e vemos como a chegada de Auggie afetou as relações entre elas." (Via: Intrínseca)

"O capítulo de Julian"
Sinopse:
"O capítulo que você queria ler em Extraordinário

Mais de 1 milhão de leitores já se encantaram com Extraordinário e a bela história de Auggie Pullman – um garotinho de feições incomuns que tem pela frente uma difícil missão: convencer as pessoas de que, apesar da aparência, é uma criança igual a qualquer outra.

Agora todos terão a chance de saber o que se passa na cabeça do personagem mais controverso do romance: Julian, o menino que lidera a cruzada de bullying contra Auggie. Por que Julian trata Auggie tão mal? Será que ele pode ser perdoado?

Em O capítulo do Julian R. J. Palacio faz uma comovente incursão no mundo de uma criança que tem o coração muito maior do que seus atos de bullying e crueldade podem fazer mostrar, mas precisa de ajuda para enxergar isso." (Via: Skoob)

Enredo: 

Não posso me alongar muito, afinal é apenas um conto, vou tentar não dar spoilers. Nesse pequeno extra de Extraordinário temos a oportunidade de ver as coisas pelo olhar de Julian. Como ele se sentiu ao ver o Auggie, a maneira como ele resolveu lidar com a situação e porquê. 

A história de Julian é dividida em duas partes, o Antes e o Depois, com curtos capítulos dos acontecimentos durante o ano em que Auggie e ele estiveram juntos, e depois quando ele já não tem que conviver com Auggie. Tudo começa, como em Extraordinário, com o telefonema da escola pedindo a Julian que se juntasse ao comitê de boas vindas para receber o novo aluno. Sem saber quem era esse aluno, Julian encara normalmente a situação, mas no dia que conhece Auggie tudo muda. 

Conhecemos coisas pequenas sobre o Julian que não tivemos a chance de saber no livro principal. O seu relacionamento com os pais, como os pais lidaram com a situação, o que ele pensava, como se sentia e principalmente a causa de tudo o que fez. 

Para quem não sabe o Julian simplesmente detestava o Auggie, o chamava de coisas horríveis e fazia todos o tratarem da mesma forma. 

Em 96 páginas vemos duas transformações em Julian, uma criança que não é má, mas que precisa de muitas lições para aprender a lidar com diferenças. 

Opinião da Leitora: ~pode conter revelações que podem ser levadas como spoilers, mas não são~

Foi muito revelador ler o capítulo do Julian, porque enquanto lia Extraordinário eu simplesmente tinha vontade de gritar para que ele parasse. Se essa vontade sumiu? Não. Eu creio que apesar de todas as justificativas dadas para o comportamento inaceitável da criança, o que ele realmente precisava era de alguém que abrisse os olhos dele, não que ficasse justificando seus erros... Que era o que seus pais faziam.

A mãe de Julian se mostra intolerante à opiniões contrárias e parece não enxergar os erros do próprio filho, mesmo quando estes são apontados claramente por várias pessoas. Isso me frustrou demais, deu vontade de colocar ela sentada em uma cadeira e fazer uma apresentação em power point pra ela, mostrando tudo que estava errado naquela situação. Quem sabe assim ela se tocaria.

O pai de Julian era quase completamente neutro. Não mostrava opinião, não corrigia o filho, se irritava com as pessoas erradas. Mas vale dizer que chegou a hora em que ele se pronunciou e eu gostei bastante.

Gostei do posicionamento de outros parentes e amigos da criança, consegui distinguir sentimentos em Julian que não tinha visto em Extraordinário. Foi bom acompanhar a jornada para a melhora e ainda mais ficar feliz pelo fato dele ter conseguido superar toda a situação e quem sabe levar lições para a vida toda. Pra quem leu Extraordinário sabe a carga emocional que o livro tem, os extras não são diferentes e valem muito a pena. Pra quem não Extraordinário, eu não acredito nisso, vá ler! 

Espero que tenham gostado, beijos e até a próxima!
Nos acompanhem pelas redes sociais! :3

3 comentários:

  1. Sou doido pra ler Auggie & Eu até pq Extraordinário é simplesmente incrível!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente! E Auggie & Eu não fica para trás no quesito qualidade. É maravilhoso!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo