21 de dezembro de 2017

[RESENHA] "CORTE DE ESPINHOS E ROSAS", Sarah J. Maas | O QUE TÁ ACONTECENDO?



Gente, oi, tudo bem? POR AQUI NÃO ESTÁ NADA BEM! Desde que lançou Corte de Espinhos e Rosas (ACOTAR (A court of thorns and roses) para os mais íntimos) eu estava desesperada pra ler, então a partir de outubro comecei minha jornada por Prythian. 

A deusa no céu e Sarah J. Maas na terra! Manos, depois dessa trilogia não sei como prosseguir a vida. Sei que já tem muitas resenhas de ACOTAR no mundo, mas eu preciso DESABAFAR! Antes de começar é válido lembrar que a Sarah também escreveu a série Trono de Vidro que é outro TIRO!

Título: Corte de Espinhos e Rosas | Autor: Sarah J. Maas | Coleção: Corte de Espinhos e Rosas | Editora: Galera Record | Ano: 2015 | Páginas: 434 | Gênero: Fantasia, Romance, YA
Em Corte de Espinhos e Rosas, um misto de A Bela e A Fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance.

Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar um féerico transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. 

Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira que ela só conhecia através de lendas , a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... Ou Tamlin e seu povo estarão condenados. (fonte: skoob)
Corte de Espinhos e Rosas conta a história de Feyre, uma mulher comum que vive em um mundo dividido entre humanos (mortais) e feéricos (imortais). Existem muitas lendas e boatos sobre os feéricos, pois após a última guerra os 2 mundos se mantém separados por uma muralha invisível. Feyre já fez parte de uma família rica, hoje ela tem sorte se consegue colocar algo comestível na mesinha do pequeno chalé que mora com o pai aleijado e as duas irmãs mimadas - Elain e Nestha. Sendo a mais nova, ela não aproveitou tanto a fartura da vida rica e logo se adapta a vida de camponesa, aprendendo a caçar e a vender. Em um dia de caça ela se vê entre a vida e a morte ao encarar um imenso lobo... Grande demais... Feérico? Ele está entre ela e a caça que seria seu alimento dos próximos dias, então ela atira e... Nada acontece, apenas um lobo comum. 

Dias depois o preço da caça é cobrado e Feyre é arrastada para Prythian, a terra cheia de magia, mistérios e crueldade dos feéricos. Pelo menos é assim que ela foi ensinada... Prythian é dividida por Cortes - Primaveril, Outonal, Estival, Invernal, Noturna, Diurna e Crepuscular - e ela foi "reinvidicada" pelo Grão-Senhor da Corte Primaveril, Tamlin.

Mapa de Prythian

GENTE, vale ressaltar que o mapa muda de acordo com a história, cada livro vem com alguma diferença no mapa logo no início. Ele vai se adaptando de acordo com o que acontece na história. É simplesmente incrível!

Tamlin se mostra poderoso, mas bondoso. Deixa claro a ela que não é uma prisioneira e que pode fazer o que bem entender. O tempo passa e Feyre, sendo curiosa como sempre, começa a explorar a enorme propriedade de Tam, a história de Prythian e seus segredos. As coisas começam a dar errado quando Tam fica mais preocupado com um mal que assola Prythian há quase 50 anos, mas que até então ele conseguiu manter afastado da sua corte. Feyre se vê em meio a uma guerra a qual ela não pertence, mas para proteger aqueles que ama ela lutará até o final e se tornará outro ser depois de tanto sofrimento.


fanart Feyre, por: Merwild em DeviantArt

A escrita e história de Sarah são inebriantes. Enquanto lia eu me sentia em Prythian e a cada página tinha mais curiosidade em explorar cada cantinho desse mundo inteiramente novo. O primeiro livro é uma releitura de "A Bela e a Fera", mas eu garanto a vocês que é 50 vezes melhor. A autora pegou uma ideia tão simplória de uma maldição e transformou em um UNIVERSO INTEIRO. Os personagens são tão bem escritos que você acredita de cara até em quem não deveria. E do meio para o final do livro a ação te deixa sem fôlego. Já li os outros e garanto que SÓ MELHORA. Logo terá resenha. No próximo post sobre ACOTAR colocarei minhas quotes favoritas. QUE LIVROS SENHORES! 

Escrito por: Tammy Rosas
@tammyrosas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo