26 de dezembro de 2017

[RESENHA] "CORTE DE NÉVOA E FÚRIA", Sarah J. Maas | EU SENTI O IMPACTO!



Oi gente! Eu já terminei a trilogia Corte de Espinhos e Rosas e não sei como prosseguir minha vida! Mas vamos por parte. Trouxe pra vocês a resenha do segundo livro, e vocês podem ler a resenha do primeiro aqui. CUIDADO COM OS SPOILERS!

Título: Corte de Névoa e Fúria | Autor: Sarah J. Maas | Coleção: Corte de Espinhos e Rosas | Editora: Galera Record | Ano: 2016 | Páginas: 658 | Gênero: Fantasia, Romance, YA
O aguardado segundo volume da saga iniciada em Corte de Espinhos e Rosas, da mesma autora da série Trono de Vidro. Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos. (Skoob)
ACOMAF é o segundo livro da trilogia e cumpre seu papel de solidificar a série muito bem. Após os acontecimentos de Sob a Montanha, Feyre tenta retornar a vida normal na Corte Primaveril, agora como noiva de Tamlin, apesar de viver aterrorizada pelo que passou e pelo medo de Rhysand (Grão-Senhor da Noturna) vir cobrar o acordo, a tatuagem no braço sendo um lembrete diário. 

Só que ela não melhora. A recusa de Tam a deixar ajudar nos assuntos importantes a deixa irritada e sem vida. Ela tem que se portar como a donzela que NÃO é, cumprir o papel de indefesa que não é. No dia do casamento ela atinge o ápice da ansiedade e implora por ajuda, vindo de Rhys que a leva para a Corte Noturna que não é o que ela esperava.


Com o passar do tempo, Feyre nota as mudanças de humor constantes de Tamlin, se tornando tóxico a ponto de faze-la surtar e ser salva por Morrigan, ou Mor, prima de Rhys. Ela passa a viver na Corte Noturna, onde é tratada como igual, com o potencial que tem e com os poderes que estão se inflando. Ela treina, ajuda, participa e vai melhorando. Infelizmente Amarantha era só o começo, e com a ameaça iminente do rei de Hybern ela precisa escolher entre deixar ser levada pelo passado ou novamente vestir a armadura de guerreira.

Então GENTE, ufa! Em primeiro lugar a Sarah quebra o estereótipo de herói sem arrependimento. Feyre ficou com cicatrizes e traumas profundos. Outra coisa é que nem sempre os sacrifícios feitos por alguém serão retribuídos, Tam se mostra opressor e possessivo enquanto o inimigo se mostra o contrário. Aparências enganam e nós nunca sabemos tudo ou conhecemos totalmente as pessoas. Elas mostram o que querem ou o que precisam. Sobre a fantasia, é INCRIVELMENTE bem escrito, os poderes, personagens, paisagens, o enredo, simplesmente um livro único e que tira o fôlego a cada página.

ESCRITO POR: Tammy Rosas
@tammyrosas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo